quinta-feira, 1 de outubro de 2009

NOVO - RENEW CLINICAL DERMA-FULL X3 SERUM DE PREENCHIMENTO FACIAL





O PREÇO NA REVISTA DA CAMPANHA 18/09 SERÁ DE R$120,00. DE BRINDE GANHE UM RENEW PERFECT CLEANSER GEL DE LIMPEZA.
ENCOMENDE O SEU AGORA E PAGUE APENAS R$100,00.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Fique Ligado!

FIQUE LIGADO!
REALIZAR ALONGAMENTOS PREVINE DOENÇAS E
PROMOVE SAÚDE

O QUE É ?
Os alongamentos são exercícios voltados para o aumento da flexibilidade muscular, promovem o estiramento das fibras musculares, fazendo com que elas aumentem o seu comprimento.
Os alongamentos conseguem esse resultado por aumentarem a temperatura da musculatura e por produzirem pequenas distensões na camada de tecido conjuntivo, tecido que reveste os músculos(figura 1) .

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS?

- Redução de tensões musculares;- Relaxamento;- Benefícios para a coordenação, pois os movimentos se tornam mais soltos e fáceis;- Aumento do arco de maleabilidade;- Prevenção de lesões;- Promove aquecimento e auxilia no desempenho de atividades fisicas, como corrida, tênis, natação, ciclismo, etc;- Desenvolve a consciência corporal, à medida que a pessoa focaliza a parte do corpo que esta sendo alongada;- Ativa a circulação;- Ajuda a liberar os movimentos bloqueados por tensões emocionais.

QUAL A IMPORTÂNCIA DOS ALONGAMENTOS?

Devido à vida sedentária, posturas inadequada e estresse diário, você pode ter estruturas do corpo comprometidas por desalinhamentos e sobrecarga. Com os músculos tensos ou encurtados, não haverá movimentação normal nem uma boa circulação sangüínea, além de desconfortos e até dores. Isso mostra a importância de realizarmos alongamentos com freqüência, entretanto, mais importante do que realizá-los, é fazê-los de maneira correta.
Os alongamentos são fáceis, mas quando realizados de forma incorreta podem até fazer mal.
Procure seu fisioterapeuta ou educador fisico, descubra quais são os alongamentos mais eficazes e
indicados para você e dê mais um passo rumo a construção da sua saúde!

Equipe de "Reabilitação Fisica"
Fisioterapeutas
Dra. Erika Resende - Crefito4/n13118 LTF
Dra. Carina Lopes- Crefito4/n13126 LTF

SAIBA MENTIRAS E VERDADES SOBRE O SABONETE INTIMO

Eles invadiram as prateleiras das farmácias e supermercados e conquistaram as mulheres. Agora, os sabonetes íntimos já são parte da higiene diária feminina. Mas, apesar de fazer muitas adeptas, as dúvidas que rondam o produto não são poucas: ele pode ser usado na menstruação? O que ele tem de especial em relação às outras fórmulas? Qual a frequência ideal de uso? Para responder essas e outras questões, o MinhaVida conversou com o ginecologista e obstetra Edílson Ogeda, do Hospital Samaritano de São Paulo. Confira aqui:

1. Ele protege mais que o sabonete comum Verdade. De acordo com o ginecologista, o sabonete íntimo possui uma composição neutra, sendo assim traz mais proteção porque não agride a mucosa genital e, portanto, não interfere no ambiente natural da região da vagina.

2. O sabonete íntimo elimina odores desagradáveis Mentira. O cheiro forte na região genital está relacionado a problemas genitais, como o corrimento, por isso o produto não tem o poder de eliminá-lo. Ele não trata a causa do problema. "O produto vai disfarçar o odor apenas por alguns minutos. Porém, a não solução desse quadro serve como alerta de que existe uma alteração que deve ser investigada e tratada", diz.

3. O produto altera o pH da vagina. Mentira. "Os sabonetes íntimos, que são recomendados pelos ginecologistas, devem possuir pH neutro, por isso não desequilibram o pH da vagina, evitando problemas como corrimentos e coceiras" , explica o especialista.

4. Eles oferecem menos risco de alergia Verdade. Como a composição do produto é específica para a área genital, ele oferece menos riscos de alergias. "Todos os componentes presentes na formulação são mais leves e evitam irritações", explica o ginecologista.

5. O uso do produto evita a proliferação de fungos e bactérias Verdade. Os sabonetes íntimos não prejudicam os lactobacilos responsáveis por proteger a região vaginal. "Essas bactérias, conhecidas como lactobacilos de Dorderlein, evitam a proliferação dos germes causadores de infecções vaginais. Já os sabonetes comuns, principalmente os que não são neutros, podem eliminar os lactobacilos e deixam a saúde íntima mais exposta", diz Edílson Ogeda.

6. O sabonete íntimo não pode ser usado durante a menstruação Mentira. De acordo com o ginecologista, não existe nenhuma contra-indicação. O produto não oferece nenhum risco quando usado durante o período, porque vai sempre acompanhar o pH apresentado pela vagina.

7. O produto não deve ser utilizado todos os dias Mentira. O uso diário do sabonete não prejudica a flora vaginal. Durante o banho, lavamos todas as partes do corpo, então, usar um sabonete neutro, que não agrida a mucosa vulvo-vaginal, é muito mais indicado do que adotar um sabonete convencional.

8. O sabonete íntimo é igual ao sabonete neutro. Verdade. Na prática, não existe nenhuma alteração considerável na fórmula dos dois produtos, portanto, eles se equivalem. "Mas como os agentes (até mesmo o perfume) dos sabonetes íntimos são totalmente pensados para essa região, o risco de reação alérgica é mais baixo", diz.

9. Na falta de sabonete íntimo podemos usar o antibactericida Mentira. De acordo com o ginecologista, os sabonetes antibactericidas são vetados para a região vaginal. "Eles são sabonetes capazes de combater as bactérias de superfície (pele e mucosa) e não devem ser usados na região genital, pois podem destruir os lactobacilos de proteção e aumentar (e muito) o risco de infecções e irritações na vagina", alerta.

10.O uso prolongado pode causar corrimento. Mentira. De acordo com o especialista, não existe nenhuma relação entre corrimento genital e o uso de sabonetes íntimos. "O corrimento é causado por bactérias e fungos. E o produto não tem nenhuma ligação com a proliferação desses micro-organismos", afirma.

Publicado no Yahoo Beleza e Saúde

terça-feira, 11 de agosto de 2009

sábado, 8 de agosto de 2009

PRODUTOS INDISPENSÁVEIS PARA UMA BOA MAQUIAGEM


Tão importante quanto dominar a técnica de maquiar é montar uma maleta eficiente.


Com o passar do tempo e com a experiência, novos itens precisarão ser incorporados ao arsenal – porém, para começar, alguns deles são fundamentais


Para a pele:

Corretivo - o melhor é ter uma paleta com diferentes tons (pelo menos três ou quatro opções);

Base - três tonalidades, no mínimo, que podem ser misturadas para se chegar próximo ao tom de pele da cliente;

Pó facial - como nem sempre é usado, dois tons são o suficiente no início.

"Essa categoria de produtos é a que merece maior investimento, pois uma pele bem feita garante um make de sucesso", diz o maquiador Mauro Brettas, do salão Care Body and Soul, no Rio de Janeiro.


Para os olhos:

Máscara para cílios - tenha produtos que deem volume, alonguem e curvem os cílios. A preta é curinga, mas vale ter também uma marrom para um efeito mais sutil;

Sombras - as básicas são a preta, a marrom e uma neutra perolada que serve como iluminador;

Lápis para contorno dos olhos - um preto e um marrom;

Curvex e cílios postiços - para produções mais elaboradas (não se esqueça da pinça para a colocação dos cílios postiços).


Para a boca:

Batom - os tons de boca são imprescindíveis, mas é interessante ter cores mais alegres e abertas e outras mais escuras para misturar e criar diversas possibilidades.


Para o rosto:

Blush - um rosado e um terroso, que pode ser substituído por um pó bronzant, são básicos.
Pincéis: "Como no dia-a-dia não consigo higienizá-los a todo o momento, tenho vários de cada tipo até porque não gosto de usar o mesmo pincel de boca em várias clientes", conta Miguel Estelrich, beauty artist e proprietário do salão Peluqueria, de Blumenau. No início, no entanto, aposte em, no mínimo, quatro modelos: um para o pó facial, um para o blush, um para a sombra e um para o batom. Sendo bem conservados, eles costumam durar anos. Para isso, tenha o cuidado de mantê-los sempre limpos -- uma vez por semana use um produto específico para esse fim ou um shampoo neutro seguido de condicionador. Deixe-os secar naturalmente.



Kit de bolsa

Toda mulher moderna, e que está sempre por dentro dos lançamentos de make-up, tem um nécessaire de respeito.

Se você está começando a montar o seu, a maquiadora Evani Cavanha, do salão Gilberto Cabeleireiros, em São Paulo, dá dicas de acordo com o seu estilo.

"Para as mais low profile, pó compacto, batom, blush e máscara para cílios são suficientes.

Já as mais antenadas, além desses quatro itens, precisam de uma base com filtro solar, um lápis para o os olhos, dois tons de corretivo - um claro e um mais escuro -, um quarteto de sombras, um lápis para os lábios, um gloss e um pincel/pente para as sobrancelhas".
Dicas tiradas de www.maquiagemavon.com.br

sexta-feira, 8 de maio de 2009

NOVO - BATOM OURO

A Avon lança o Ultra Color Rich Batom Ouro (Ultra Color Rich 24K Gold Lipstick), único que leva em sua fórmula ouro 24k. Vale lembrar que na cosmética, partículas de ouro já eram utilizadas em cremes contra o envelhecimento.

O principal benefício do componente é deixar os lábios instantaneamente mais luminosos e cintilantes, devido à sua cobertura cremosa e brilhante. O cosmético tem poder de hidratação de 24 horas.

“O que buscamos com o lançamento é fazer com que as mulheres tenham acesso a um produto exclusivo, de alta qualidade, com um componente desejado como o ouro 24k na fórmula“, justifica Juliana Barros, gerente da categoria de maquiagem da Avon.

O novo produto para os lábios terá dez tonalidades: pink-ouro, rosa-ouro, vinho-ouro, ametista-ouro, vermelho-ouro, pêssego-ouro, néctar-ouro, puro-ouro, ouro-nude e chocolate-ouro.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

RENEW REJUVENATE - A PARTIR DE 25 ANOS

NOVO LANÇAMENTO AVON.
PARA PESSOAS COM IDADE A PARTIR DE 25 ANOS OU COM SINAIS MÍNIMOS DE ENVELHECIMENTO FACIAL.

A LINHA É COMPOSTA DE 3 PRODUTOS:
- RENEW REJUVENATE NOITE GEL CREME ANTIIDADE REVITALIZANTE - 50G
- RENEW REJUVENATE DIA CREME ANTIIDADE REVITALIZANTE FPS25 - 50GR
- RENEW REJUVENATE FLASH SERUM CONCENTRADO REVITALIZANTE ANTIIDADE - 30ML

ENCOMENDE O SEU, JÁ TENHO EM PRONTA ENTREGA COM PREÇOS ESPECIAIS.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Não sabe o seu tipo de pele?

PELE NORMAL
A pele normal é bem equilibrada e bastante homogênea, além de ter uma textura suave e lisa. Normalmente, não há poros nem manchas visíveis em sua superfície. Ela pode ser identificada depois de atividades físicas por bochechas avermelhadas, que ficam com essa coloração devido à boa circulação sanguínea. No entanto, até a pele normal pode mudar devido a fatores externos. A exposição ao sol, a poluição e o estresse podem fazer com que uma pele normal se torne seca, oleosa ou até envelhecida se não for tratada da maneira correta.

PELE OLEOSA
As glândulas sebáceas de quem tem a pele oleosa produzem muito mais oleosidade do que deveriam. Daí a pele ter uma aparência brilhante, principalmente na zona T (testa, nariz e queixo). Normalmente, os poros ficam dilatados e visíveis, o que causa a formação de cravos e espinhas. Os adolescentes são as principais vítimas desse tipo de pele, devido à grande mudança hormonal que acontece nessa idade. Mas outros fatores também podem causar a oleosidade na pele em adultos, como uma alimentação com muita gordura, gravidez, pílulas anticoncepcionais, alguns tipos de cosméticos e até mesmo um clima muito quente.

PELE SECA
Este tipo de pele é muito comum. Suas principais características são a falta de brilho e uma textura fina e áspera. A baixa produção de oleosidade das glândulas sebáceas faz com que a pele seja pouco lubrificada e hidratada. Os poros são pouco aparentes. Fatores externos, principalmente no inverno, causam uma sensação de desconforto e podem deixar a pele “quebrada”, com tendências a vermelhidão, irritações e alergias. Pessoas com esse tipo de pele têm mais propensão à flacidez facial e ao aparecimento de rugas.

PELE MISTA
Seu nariz parece brilhante e suas bochechas ressecadas? Essa é a típica descrição de quem tem a pele mista. Como diz o nome, é uma combinação de dois tipos de pele: a pele oleosa, que predomina na zona T (testa, nariz e queixo), e normal ou seca, que aparecem nas outras partes do rosto. Os poros são dilatados na zona T - o que pode proporcionar a formação de cravos e espinhas – e são pouco visíveis no resto da face. É uma mistura de uma aparência brilhante com uma aparência suave ou até mesmo áspera.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Não sabe o seu tipo de cabelo?

SECO
Os cabelos secos são mais opacos, armam fácil e estão sempre “elétricos”. Devido à falta de oleosidade no couro cabeludo, os fios ficam ressecados, quebradiços e sem brilho. São geralmente cabelos volumosos, têm um toque mais áspero e são mais difíceis de pentear. Outros fatores que podem influenciar no ressecamento dos fios são: alterações hormonais, substâncias químicas (aplicadas em tinturas, permanentes etc.), sol e má alimentação.

OLEOSO
Os cabelos oleosos são gordurosos da raiz às pontas e adquirem um aspecto pesado e sujo se ficarem um dia sem lavar. Isso acontece porque as glândulas sebáceas “trabalham” mais do que o necessário. São geralmente cabelos sem volume e finos. A caspa e a queda de cabelos são os grandes problemas. Normalmente, a característica desse tipo de cabelo é genética, mas também pode ser causada por estresse, mudanças hormonais e clima quente.

NORMAL
O tipo de cabelo ideal: não tem excesso de oleosidade na raiz e nem as pontas ressecadas. Exibe um aspecto brilhante e saudável sem precisar de muitos cuidados. Nesse tipo de cabelo, as glândulas sebáceas presentes no couro cabeludo têm um funcionamento balanceado: produzem a quantidade certa de gordura para lubrificar os fios e deixá-los brilhantes o dia todo, sem acumular oleosidade na raiz.